The father, the son, the serial killer…

Wow!!

Essa foi a minha primeira reação.

Acabou no último domingo a 6a. temporada de Dexter. Uma das melhores.

Como eu havia sinalizado quando ela iniciou, tratou de assuntos polêmicos como fé, religião, Deus e o que as pessoas são capazes de fazer em nome dessas coisas todas. Sem perder a ironia e o sarcasmo tão característicos do nosso anti-herói favorito.

Tivemos algumas das maiores reviravoltas da história da série e um final extremamente surpreendente.

É redundância falar que ela não é uma série indicada para pessoas sensíveis, mas essa temporada é especialmente contra indicada para quem tem filhos pequenos. Principalmente o último episódio.

********SPOILER ALERT********

O fato da Deb ter pego ele em flagra matando Travis na cena final, apesar de surpreendente, não é nada absurdo. Nos livros isso acontece logo no 1o. Jeff Lindsay já fez isso acontecer e tem funcionado bem até agora.

Agora, fazer a meia irmã ser apaixonada por ele, pra mim, não faz sentido nenhum. Mas vamos ver para onde vai essa história agora que ela descobriu que ele é um serial killer, e mais, que ele matou justamente o homem que ela precisava prender pra se firmar como tenente da Miami Metro.

Gostei muito de o Dexter mostrar que continua o seu aprendizado das coisas humanas. Interessante observar o ponto de vista dele sobre coisas que são tão senso comum pra maioria da humanidade.

Continuo apaixonada pela série e por tudo que ela representa. Continuo apaixonada pelo Harrison (sooooooo cute!!!). Continuo achando que é uma das melhores séries dramáticas de todos os tempos.

“I think I belong right here. Because maybe there’s a place for me in this world. Just as I am. Light cannot exist without darkness. Each has it purpose. And if there’s a purpose to my darkness maybe is bring some balance to the world. Because, let’s face it, the world is going to be a better place without you”. Dexter Morgan para Travis Marshall, antes de matá-lo.

Para quem ainda não viu, segue a Promo do sensacional episódio 12 da 6a. temporada, “This is the way the world ends”:

3 Comments to “The father, the son, the serial killer…”

  1. Vou aproveitar a ligeira entressafra de séries agora, para correr atrás. Afinal, são 6 temporadas para baixar…

  2. é a melhor de todas!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: